4 dicas para quem tem má digestão se sentir melhor

O desconforto gastroesofágico pode surgir a qualquer hora do dia: após uma refeição, na hora de dormir, ao acordar etc. Os sintomas variam entre gases, sonolência, refluxo, azia, entre outros. Tais incômodos podem atrapalhar o seu dia a dia e, por isso, preparamos, neste post, algumas dicas para quem tem má digestão.

Uma pesquisa da Federação Brasileira de Gastroenterologia mostrou que quase metade da população sofre com sintomas dessa natureza. As mulheres jovens e com sobrepeso são as mais atingidas, mas os prejuízos não deixam de afetar pessoas de diferentes idades, classes e gênero.

Se você está entre os que sentem um ou mais desses males, continue a leitura e veja algumas soluções para se sentir melhor e com mais tranquilidade!

Dicas para quem tem má digestão

A má digestão, em muitos casos, pode ser relacionada a hábitos de alimentação inapropriados, como comer deitado, falar muito enquanto come, beber muito líquido durante as refeições, comer rápido etc. No entanto, algumas pessoas que mantém práticas adequadas também relatam ter esse mal-estar.

Por essa razão, quando se começa a sofrer esses desconfortos de forma mais recorrente, vale a pena fazer uma investigação minuciosa para descobrir as suas reais causas e combater o mal pela raiz. Uma consulta a um médico especialista é uma boa opção, mas há outras medidas que também pode ajudar. Acompanhe!

 

1. Alimentação leve

A alimentação é comprovadamente um dos fatores que influenciam na má digestão, bem como na qualidade de vida em geral. O ideal é que se busque comer adequadamente em qualquer situação, pois isso ajuda a evitar problemas digestivos, além de auxiliar no controle do sobrepeso.

Ter uma dieta balanceada, rica em legumes, verduras, frutas etc., com a menor quantidade possível de frituras, açúcar e refrigerantes pode ajudar a diminuir o desconforto. O uso excessivo de álcool e tabaco também são desencorajados.

 

2. Locais tranquilos e confortáveis

A posição na hora do descanso e da alimentação é importante para melhorar os desconfortos de uma digestão ineficiente, mas o lugar também é um fator de influência. Por isso, busque locais arejados e silenciosos nesses momentos.

Um ambiente tranquilo e confortável favorece para que o cérebro receba as informações corretas de como deve se comportar, e isso faz com que ele libere as enzimas necessárias para uma boa digestão.   

 

3. Hidratação adequada

A ingestão de líquidos como água, chás digestivos (boldo, hortelã, erva doce, cidreira) etc. diminui os distúrbios gástricos, pois o corpo, além de ficar mais hidratado, recebe auxílio no processo digestivo.

Contudo, beber de forma exagerada durante as refeições pode piorar o problema. Isso se dá porque os líquidos diluem o ácido clorídrico, que é essencial para o processo. Além disso, o estômago enche mais, o que pode aumentar o tempo de digestão. O ideal é ingerir de 150 a 200ml, no máximo.

 

4. Almofada antirrefluxo

Uma almofada antirrefluxo é um suporte desenvolvido para elevar a altura do tronco durante o sono. Com isso, obtém-se uma posição mais inclinada, diminuindo os efeitos do refluxo. Ao evitar que os alimentos ingeridos retornem ao esôfago, à laringe e à faringe, evita-se sintomas como tosse, rouquidão, dores na garganta, pigarro, entre outros.

A almofada é uma ótima opção para ser usada também em viagens, quando se está fora do ambiente habitual e, por vezes, a alimentação sofre variações significantes. Além disso, ela é um recurso muito útil para quem sofre com problemas respiratórios, podendo, inclusive, diminuir a obstrução nasal e os roncos.

Existem diversas soluções e vários medicamentos para solucionar os desconfortos gástricos, entre eles estão os farmacológicos e os caseiros. Portanto, a lista de dicas para quem tem má digestão pode ser muito maior do que a apresentada. Todavia, o mais importante é ter atenção aos sintomas apresentados e priorizar os cuidados consigo para que a situação não se agrave.

Agora que você já sabe algumas opções para melhorar a má digestão, conheça nossa almofada antirrefluxo e se beneficie com esse suporte terapêutico!   

compartilhe:
Outras Notícias
© Theva Comfort Innovations. Todos os direitos reservados