Quais são as causas mais comuns da dor nas costas?

A dor nas costas é um incômodo que muita gente sente e não dá o devido valor. Esse é um erro grave, pois o que hoje é corriqueiro pode ser o início de um problema maior. Você sofre com dor nas costas? Saiba qual pode ser a causa e como evitá-la com estas dicas.

Dependendo da causa, a dor atinge e prejudica partes diferentes das costas. Os tipos mais comuns são:

 

Lombalgia crônica

O incômodo na região lombar caracteriza-se como crônico se for uma dor constante, sentida diariamente. As causas incluem excesso de peso, má postura ou mesmo uma lesão mal curada. A boa notícia é que é possível amenizar o problema por meio de tratamentos como o RPG. 

 

Lombalgia aguda

É o famoso mau jeito na coluna. As causas são diversas e a dor costuma desaparecer com anti-inflamatórios. Ter cuidado ao movimentar objetos pesados ou erguer crianças no colo, por exemplo, pode evitar o desconforto.

 

Hérnia de disco

Se a dor na coluna vem acompanhada de formigamento nos braços, pernas e coxas, cuidado! Pode ser hérnia de disco, que afeta o amortecimento da coluna. Casos mais graves necessitam de cirurgia.

 

Artrose

A artrose é uma das doenças que aparecem com a idade. Porém, obesidade, traumas e sedentarismo podem causá-la em jovens. Caracteriza-se pelo desgaste da cartilagem das juntas, e a dor surge nos quadris quando o indivíduo permanece muito tempo sentado ou deitado. O tratamento é feito com remédios e exercícios, como alongamento e ginástica.

 

Agora, preste atenção nas possíveis causas da sua dor: 

 

Postura incorreta

Esse é um dos hábitos que mais causam dor nas costas. A educação postural deve começar desde cedo, durante o período escolar, que é quando as crianças carregam muito peso nas mochilas.

Mulheres também devem estar atentas, pois sapatos de salto alto e bolsas pesadas prejudicam a região lombar. A carga da bolsa no ombro descompensa o equilíbrio natural da coluna, afetando a lombar e o sacro.

 

Traumas

Quedas, acidentes esportivos ou batidas de carro podem causar traumas severos nas costas. Essa dor, geralmente aguda e intensa, é tratável com medicamentos prescritos pelo especialista.

 

Desconforto no trabalho

Fique sempre atento à forma como você executa suas tarefas. Ficar sentado em uma posição errada ou levantar peso sem se preocupar com a coluna pode ser prejudicial.

Verifique se sua estação de trabalho está ergonomicamente adaptada: topo do monitor na altura dos olhos, pés encostados no chão e pernas em ângulo de 90° em relação à cadeira.

 

No carro

Quem passa horas ao volante sabe: as costas sofrem! Isso acontece principalmente nas regiões lombar e dorsal. Para evitar que as dores se agravem, pratique a ginástica laboral adequada, fazendo um alongamento.

 

Em casa

Sabia que uma das causas de dor nas costas pode ser o colchão? Para determinar a densidade ideal, é preciso observar o peso e a altura de quem vai usá-lo. Assim, é possível escolher o melhor índice para dar firmeza e sustentabilidade ao corpo durante o sono.

 

Envelhecimento

É importante fortalecer o corpo e prepará-lo para envelhecer de forma saudável. Mantenha bons hábitos e controle seu peso, uma vez que o excesso de peso é um agravante para dores nas costas.

 

Alguns exercícios são bastante indicados para quem chegou à terceira idade. Anote aí:

 

Caminhada

Caminhar melhora o ritmo cardíaco, fortalece a musculatura e ótimo também para o convívio social. Comece devagar, com um trajeto de 30 minutos e, depois, aumente para 60 minutos, mantendo a periodicidade. Não se esqueça de se alongar antes e depois!

 

Natação e hidroginástica

Atividades aquáticas previnem lesões, pois a água reduz bastante o impacto do exercício. Além disso, evitam perda óssea e previnem doenças como diabetes.

 

Alongamentos

Os alongamentos mantêm a elasticidade e ativam a circulação sanguínea. O bom dessa atividade é que não é necessário ir para uma academia: é possível alongar-se em casa ou ao ar livre.

A dor nas costas pode ser evitada adotando hábitos saudáveis e observando a sua rotina em casa e no trabalho. Mesmo assim, é importante ressaltar que a automedicação é perigosa e um médico deve ser procurado ao primeiro sinal de problema.

 

Se você curtiu as dicas, aproveite para compartilhá-las com seus amigos nas suas redes sociais!

compartilhe:
Outras Notícias
© Theva Comfort Innovations. Todos os direitos reservados